segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Messi







Estou acompanhando o campeonato Espanhol e ontem assisti Barcelona X Málaga.


Foi um um "concerto para bola, cérebro e pés" por Lionel Messi.



O médico Holandês, Pieter Medendorp, da Universidade de Radboud, na Holanda, quer estudar o cérebro do Messi, para entender como se dá a velocidade das decisões que ele toma: correr, chutar quando(?), encarar os marcadores, chutar depois, com a esquerda, com a direita, por cobertura.(?)



Quer entender a rapidez e a organização da atividade cerebral de Messi, que acontece enquanto ele corre em disparada e tudo se dá numa fração de segundos.



Eu dizia ontem, que é um privilégio assistir, presenciar em tempo real, no meu tempo, um talento raro, fazendo com excelência e de forma única aquilo que lhe é próprio: (no caso) jogar futebol.



Fiquei pensando na felicidade que é quando o talento encontra a oportunidade certa: é uma explosão de mágica, perfeição, transcendência.



E ele, fazendo 3 gols contra o lanterna do campeonato, vibrava como se fosse a conquista do título mundial. Um sorriso juvenil, uma cara de menino, que sabe o que faz , faz o que gosta e faz - gol !!



Eu quero isso- não o dinheiro do Messi, nem a fama, mas a graça de ver o meu talento , o meu dom ,ter hora marcada com a oportunidade , aproveitar e desenvolve-lo de forma plena !!




Assistir o Messi dá em mim um comichão: uma vontade de sair correndo, não perder tempo, e tratar de realizar aquilo que me torna mais Stella, que me é próprio e que vai me trazer o sorriso juvenil, a alegria de ser.



Foi como ver um espetáculo, uma ópera, um concerto, balé, uma grande celebração.




Num momento divino , reverente, Messi me levou à transcendência.


Ave Messi.







3 comentários:

Cristina Corrêa disse...

Show de bola!

Unknown disse...

Ave Stella! Você nunca perde um encontro, uma oportunidade com o bom uso das palavras e com a boa música. Sua história é linda e inspiradora. Pode ainda não ter ganho as telas, mas tem marcado quem assiste o seu "futebol"- a sua arte! Beijos, minha linda!

CLaudiane disse...

Ave Stella! Você nunca perde um encontro, uma oportunidade com o bom uso das palavras e com a boa música. Sua história é linda e inspiradora. Pode ainda não ter ganho as telas, mas tem marcado quem assiste o seu "futebol"- a sua arte! Beijos, minha linda! Clau.