quinta-feira, 24 de abril de 2014

' A liberdade de ser'


" A liberdade de ser"-
Esse tema está na minha cabeça hoje. E quando você está numa determinada sintonia certas coisas saltam aos olhos.
Eis a metáfora:
Eu tenho um pé de boldo. Ele fica na janela da área, na parte de dentro, numa prateleirinha.
Mas se você o vir, ele está total e absolutamente pendurado para fora da janela. O vaso em cima da prateleira quase cai lá embaixo porque ele força os galhos totalmente para fora: ele quer luz, sol e água.
A vocação dele é a natureza.
E hoje, todo inclinado para fora, ele está parecendo uma árvore de natal.
As folhas verdinhas estão com gotículas da água da chuva penduradas nelas, como se fossem bolinhas de brilhante.
É um espetáculo e tanto.
Ele é um pé de boldo, quer a terra, a luz e a água e mesmo fora do seu habitat natural, não pode deixar de ser quem é. Luta bravamente em busca daquilo que possa deixá-lo mais perto da sua essência.
E não se entrega, dia a dia se inclina mais, para ser o mais próximo possível do que verdadeiramente é !! E quanto mais boldo ele é tanto mais belo ele fica!
SJ

Nenhum comentário: